Arquivo da tag: religião

O inconsciente e o espiritual

Diz Viktor Frankl que “o inconsciente não se constitui apenas de elementos instintivos, mas também espirituais”.

Analisando minha vida e levando isso em consideração, os anos de psicanálise que fiz, acrescidos com minha rebeldia e rejeição ao espiritual, vejo que eu mesmo freara minha capacidade de perceber a realidade de minha vida e do mundo pois usava meu inconsciente para reter e resolver somente coisas instintivas, jamais espirituais.

A rejeição do espiritual consciente, que consequentemente leva a mesma rejeição inconsciente acaba criando um limite psicológico as capacidades que temos. Isso teria que ser analisado de um ponto de vista não Católico também pois poderia levar a conclusões diferentes e possivelmente erradas.

Deus fala conosco – 2

Depois de um tempo refletindo, olha só que leitura maravilhosa que “veio” para mim:

Romanos 11,3-6

[3]Senhor, mataram vossos profetas, destruíram vossos altares. Fiquei apenas eu, e ainda procuram tirar-me a vida (I Rs 19,10)?

[4]Que lhe respondeu a voz divina? Reservei para mim sete mil homens, que não dobraram o joelho diante de Baal (I Rs 19,18).

[5]É o que continua a acontecer no tempo presente: subsiste um resto, segundo a eleição da graça.

[6]E se é pela graça, já não o é pelas obras; de outra maneira, a graça cessaria de ser graça.

Romanos 12,1-21

[1]Eu vos exorto, pois, irmãos, pelas misericórdias de Deus, a oferecerdes vossos corpos em sacrifício vivo, santo, agradável a Deus: é este o vosso culto espiritual.

[2]Não vos conformeis com este mundo, mas transformai-vos pela renovação do vosso espírito, para que possais discernir qual é a vontade de Deus, o que é bom, o que lhe agrada e o que é perfeito.

[3]Em virtude da graça que me foi dada, recomendo a todos e a cada um: não façam de si próprios uma opinião maior do que convém, mas um conceito razoavelmente modesto, de acordo com o grau de fé que Deus lhes distribuiu.

[4]Pois, como em um só corpo temos muitos membros e cada um dos nossos membros tem diferente função,

[5]assim nós, embora sejamos muitos, formamos um só corpo em Cristo, e cada um de nós é membro um do outro.

[6]Temos dons diferentes, conforme a graça que nos foi conferida. Aquele que tem o dom da profecia, exerça-o conforme a fé.

[7]Aquele que é chamado ao ministério, dedique-se ao ministério. Se tem o dom de ensinar, que ensine;

[8]o dom de exortar, que exorte; aquele que distribui as esmolas, faça-o com simplicidade; aquele que preside, presida com zelo; aquele que exerce a misericórdia, que o faça com afabilidade.

[9]Que vossa caridade não seja fingida. Aborrecei o mal, apegai-vos solidamente ao bem.

[10]Amai-vos mutuamente com afeição terna e fraternal. Adiantai-vos em honrar uns aos outros.

[11]Não relaxeis o vosso zelo. Sede fervorosos de espírito. Servi ao Senhor.

[12]Sede alegres na esperança, pacientes na tribulação e perseverantes na oração.

[13]Socorrei às necessidades dos fiéis. Esmerai-vos na prática da hospitalidade.

[14]Abençoai os que vos perseguem; abençoai-os, e não os praguejeis.

[15]Alegrai-vos com os que se alegram; chorai com os que choram.

[16]Vivei em boa harmonia uns com os outros. Não vos deixeis levar pelo gosto das grandezas; afeiçoai-vos com as coisa modestas. Não sejais sábios aos vossos próprios olhos.

[17]Não pagueis a ninguém o mal com o mal. Aplicai-vos a fazer o bem diante de todos os homens.

[18]Se for possível, quanto depender de vós, vivei em paz com todos os homens.

[19]Não vos vingueis uns aos outros, caríssimos, mas deixai agir a ira de Deus, porque está escrito: A mim a vingança; a mim exercer a justiça, diz o Senhor (Dt 32,35).

[20]Se o teu inimigo tiver fome, dá-lhe de comer; se tiver sede, dá-lhe de beber. Procedendo assim, amontoarás carvões em brasa sobre a sua cabeça (Pr 25,21s).

[21]Não te deixes vencer pelo mal, mas triunfa do mal com o bem.
Pode até ser que o sofrimento venha até nós, mas estamos muito bem preparados. Deus sempre fala conosco, só precisamos estar preparados para ouvir.

Deus fala conosco

Minutos atrás eu discutia com um amigo sobre um tema onde se falava inicialmente sobre o islamismo e sobre a frouxidão espiritual do brasileiro. Ainda não sei o que esse mal do mundo irá fazer a nós cristãos mas hoje mesmo assisti a uma aula do curso sobre teologia bizantina que disse claramente o que nós teremos que fazer, que devemos ser tão corajosos quanto os cristãos Ortodoxos, que morreram pela sua fé tanto sob o cruel regime islâmico como pelo comunismo. Que Deus noite dê forças.